segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Jogos Mortais 4 - A Revelação / Saw 4



Sinopse
Jigsaw ainda persegue os vivos em Saw IV (Jogos Mortais), forçando-os a apreciar a vida ou encarar a morte. Como uma continuação de Saw III, Jeff deve encontrar a sua filha e escapar do prédio onde ambos estão confinados e prestes a morrer. Depois de encontrar outra fita de Jigsaw, Jeff percebe que pode haver uma nova peça nos Jogos Mortais, que ele deve decifar antes que seja tarde demais.
[por oxymedia]

Opinião
Mais um capítulo da saga Saw dirigido pelo realizador do II e do III (Darren Lyn Bousman). Mais uma vez se prova que as receitas de sucesso são aproveitadas ao máximo, resultando em filmes que se distanciam dos originais em qualidade, neste caso sempre temos o gore para nos divertir.
Se não viu nenhum dos anteriores não vai perceber patavina da sequência deste, pois resulta como uma espécie de fechar da saga, isto até decidirem mandar cá para fora um "Saw 5 - The Prequel... The Beginning..." ou coisa do género, esperemos que não.
O melhor são os primeiros minutos que demonstram a autópsia do corpo de Jigsaw.
Vale a pena ver para arrumar a saga, mas não deixa marca.

2 comentários:

Passageiro disse...

Sem dúvida, só vale mesmo pelo gore escancarado... mas comparado com o nível das atuais produções, eu ainda o considero acima da média. Como você disse, quem não assistiu pelo menos o segundo e o terceiro, não vai se localizar, nem entender a subtrama envolvendo os personagens dos filmes anteriores. Eu mesmo me perdí um pouco no final, não reconhecí imediatamente todos os personagens ao mesmo tempo na tela. O final, é claro, esclarece muitas dúvidas, mas deixa pontas soltas, sim. Gostei, e achei muito bom para um filme na quarta parte. Podería ser pior (!!!).
Abraço

Vera Rafael disse...

Bem... sinceramente... não gosto muito de saw.

Vi todos, até ao 4 ou 5, não me lembro.

'AI EU ADORO TERROR, PRINCIPALMENTE SAW' ( ??? )

Terror não é SAW... Saw é tortura psicológica com efeitos físicos...
E mesmo a provar a frieza a que a pessoa é posta... ou se tem sangue frio, ou morre-se.
Acho que terror está longe disto.
Ate porque a única coisa que provoca e uma espécie de nojo e não medo.


No entanto acho que é um filme conseguido... claro que é. Comparado com outros do mesmo bolo, os efeitos, a estratégia.
Porque ao menos este ainda tem uma razão. Uma história inicial e uma razão de continuar.

Há alguns filmes de tortura em que é apenas chegar, raptar e matar. Muitos gritos e muito sangue, de maneiras variadas mas com pouca imaginação.

E acho muito bom o facto de Saw ter a parte intelectual... faz tipo pensar... será que eu era capaz? Népia não era... morria ali mesmo.
E as maneiras de morrer... aquelas máquinas...os estratagemas, a ligaçao entre todas as personagens.

É mesmo um jogo psicológico...e acho que essa é a única coisa que me faz ver os filmes...