segunda-feira, 19 de maio de 2008

John Rambo







"Heroes never die.... They just reload."
Sinopse
Vinte anos depois, “Rambo" (Sylvester Stallone) retirou-se para a Tailândia do Norte. Nas proximidades de Thai-Burma (Myanmar), a guerra civil com a maior duração da história da humanidade, o conflito Birmanês, vai já no seu 60.º ano. John Rambo vive agora uma vida solitária, simples, nas montanhas e nas selvas, a pescar e caçar. Tudo muda quando missionários dos Direitos Humanos o procuram. Estes explicam-lhe que, desde o ano anterior, no troço até aos acampamentos dos refugiados, as forças armadas da Birmânia colocaram minas ao longo da estrada tornando o percurso demasiado perigoso. Rambo guia-os através do rio Salween para que possam entregar medicamentos e alimentos à tribo de Karen. Menos de duas semanas mais tarde, o pastor Arthur Marsh (Ken Howard) encontra Rambo e diz-lhe que os trabalhadores da Ajuda Humanitária não regressaram e que as embaixadas nada fizeram para os encontrar. Embora o exército dos EUA o tenha treinado para ser um soldado letal no Vietname, décadas depois, a relutância de Rambo para a violência e o conflito são palpáveis e as suas cicatrizes desvaneceram-se mas continuam, contudo, visíveis. Entretanto, o guerreiro solitário sabe o que deve fazer...
[por Gabriel Pereira] IN "CinemaPTGate"

Opinião
Pois é, ele está de volta, em vez da bengala traz armamento pesado e utiliza-o desregradamente.
O filme sustenta-se na violência nua e crua, Stallone aqui não precisa de fingir que é actor, a jorrada de tiros, a tripalhada e os membros voadores fazem-nos esquecer qualquer tipo de actuação.
É um producto que nos faz lembrar um filme série B com um orçamento generoso, recorre-se a um país, que na realidade atravessa uma grande crise humanitária, para fazer renascer um mito que devia descansar em paz.
"Rocky Balboa", "John Rambo"... Stallone está imparável, o que é que vem a seguir o Bruce Lee Ressuscitado das cinzas para fazer um derradeiro filme, já estou a imaginar o som dos ossinhos do bruce a lutar ca malta.
John Rambo, 3 palavrinhas para ti, em inglês para perceberes: Rest In Peace
Quanto a ti Stallone, venha dai um novo "Cobra" com o palitinho no dente (até calha bem que fumar está fora de moda).
Já agora, este filme merece lugar no meu blog dada a quantidade de tripas, sangue e membros que espalha pelo ecrã.

terça-feira, 13 de maio de 2008

Untraceable / Indetectável




"A cyber killer has finally found the perfect accomplice: You."


Sinopse
A Agente do FBI Jennifer Marsh tem como missão pesquisar uma série de mortes, exibidas on-line em tempo real. O serial killer destaca-se pela sua crueldade e pelo facto de não deixar qualquer traço na rede que conduza à sua captura. Á medida que a caça ao serial killer vai progredindo o jogo do gato e do rato torna-se mais pessoal.

Opinião

Filme na senda de obras como "Seven", embora mais leve. Gostei muito, tem um enredo muito sóbrio sendo de destacar a envolvência dos crimes, que são executados on-line, remetendo para uma questão básica: "se fosse eu acedia ao site?". A envolvência é mórbida e o ambiente sombrio caracteriza na perfeição os acontecimentos. As actuações suportam a sobriedade do enredo sendo caracterizadas pela linha "cop movie". Quanto aos crimes, própriamente ditos, são imaginativos e primam por uma imaginação fértil derivada de uma mente distorcida por uma perca marcante. Vejam o filme e respondam à questão...
Links

quinta-feira, 8 de maio de 2008

10.000 BC



Sinopse
A lenda. A batalha. O primeiro herói. Vivia-se uma época em que homens e animais conviviam em estado selvagem e o poderoso mamute errava pela Terra. Um período em que nasceram ideias e crenças que moldaram a humanidade para todo o sempre. «10.000 AC» acompanha a missão assumida por um jovem caçador D'Leh (Steven Strait) que conduz um exército através dum vasto deserto, combatendo tigres dentes-de-sabre e predadores pré-históricos, para descobrir uma civilização perdida e tentar salvar a mulher que ama, Evolet (Camilla Belle) de um pérfido chefe guerreiro que está determinado a possuí-la.
[por Gabriel Pereira] in CinemaPTGAte

Opinião
Duas palavras para caracterizar este filme, grande banhada.
Nãopercebo como é que alguém (Roland Emmerich) responsável por obras tão interessantes, envereda por uma película que não tem nenhum rigor nem enquadramento histórico.
Do mais o menos, obviamente os filmes que pretendem divertir não se limitam ao rigor, caso contrário não tinhamos filmes "fantásticos" cheios de efeitos especiais, contudo, neste tipo de filme, seria consistente ter um angulo preciso no que toca a cronologia enquadrando os tempos com os factos.
Quanto a mim não passa de uma cópia do maravilhoso Apocalypto de Mel Gibson, este sim um filme realmente interessante e onde as personagens não falam um inglês fluente. Apesar de relatarem periodos históricos completamente diferentes posso encontrar várias similitudes em ambos os argumentos, sendo de salientar que o argumento deste 10.000 BC basea-se única e exclusivamente num manancial de profecias.
Como se não basta-se, o fim do filme é a cereja no topo do bolo no que toca a um argumento mal construído.
Sem dúvida este filme vem provar que muitos dólares não equivalem a bons filmes.
A evitar.

links