quarta-feira, 29 de outubro de 2008

PROJECTO PARA 2009 - Friday the 13 / Sexta-Feira 13



Jason Vorhees estará de volta ao grande ecran em 2009, o filme recontará o original abordando a temática do assassínio em massa de adolescentes no lago "Crystal", explorará assim as origens da saga. Garantida está a máscara na cara de Jason, ícone inseparável de um dos maiores serial killers do cinema de terror de todos os tempos.
A realização está a cargo de Marcus Nispel, responsável (entre outros) pelo fraquissímo "Pathfinder" e pelo "Massacre no Texas" de 2003.
Como sou um fã incondicional da saga sexta-feira 13, vou esperar por este recontar da história em estado de grande ansiedade.
Aqui fica um "cheirinho" para aguçar o apetite:

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

The Midnight Meat Train / O Comboio dos Mortos







"The most terrifying ride you'll ever take"

SINOPSE

Adaptação de um conto, do mestre do terror Clive Barker, que aborda a odisseia de um repórter de Nova York em busca do lado negro da cidade. Ele vai tentar captar imagens de um serial killer que retalha as suas vítimas no metro, o seu envolvimento torna-se numa obsessão e vai mais longe do que ele esperava.

OPINIÃO
Esperava a estreia deste filme com alguma ansiedade, tendo em conta que já tinha lido o conto e que adoro as abordagens de Clive Barker ao terror.
O filme, apesar de "esticar" o conto, consegue passar o ambiente sufocador para o cinema, claro está com recurso ao gore.
Apesar do enredo não ser soberbo consegue entreter, destaco o desempenho de Vinnie Jones que encarna perfeitamente o papel de Mahogany.
Vale sobretudo por nos fazer entrar no mundo de Clive Barker.
Gostaria de deixar aqui o meu repudio para as traduções portuguesas dos títulos de filmes, especialmente os considerados de segunda (terror), este é um exelente exemplo: "O Comboio dos Mortos":
1 - O filme não se passa num comboio mas sim no metro;
2 - ...dos mortos, sim, mas antes de estarem mortos estavam vivos, deixa a ideia de estarmos perante mais uma zombisse.
Esta é sem dúvida uma àrea a melhorar tanto em Portugal como no Brasil, acabem com as traduções livres.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Contos de Terror do Homem-Peixe



Como nem só de filmes vive o terror aqui vai uma sugestão literária:
"Contos de Terror do Homem-Peixe" consiste numa (...) antologia, composta por onze contos em Língua Portuguesa, o CTLX (Cineclube de Terror de Lisboa) e as Edições Chimpanzé Intelectual pretendem não só homenagear o género (terror), mas também procurar contribuir para impulsioná-lo no panorama literário português, que, até aqui, claramente, não lhe tem dispensado a atenção devida (...)
IN"Contos de Terror do Homem-Peixe"

O livro é maravilhoso e os seus contos devoram-se num ápice, deixando-nos com vontade de ler mais e mais do género escrito na língua de camões. Vale sobretudo pela incursão num género tão mal amado no nosso país e pela oportunidade de juntar escritores da praça com escritores amadores sendo o resultado muito positivo.
Aconselho vivamente a leitura desta obra que desmitifica o terror como algo "baixo" sem destaque no panorama cultural nacional, a sua leitura remete-nos para um universo dominado por Edgar Allan Poe, Clive Barker e Stephen King, agora com um marco nacional.
Parabéns ao CTLX pelas suas iniciativas.

O livro é composto pelos seguintes contos:
  • O RETIRANTE - Baptista Bastos
  • DO MAL O MENOS - Rui Zink
  • A VIZINHANÇA - Possidónio Cachapa
  • RÉPTIL - David Soares
  • O CARRINHO DE MÃO - Pedro Martins
  • BROADMOOR - João Tordo
  • DJINN - João Seixas
  • TENTÀCULOS - Guilherme Trindade Filipe
  • DULCE CLAUDINA E A CASA ASSOMBRADA - António de Macedo
  • A ANTENA DE BREJNEV - Fernando Ribeiro
  • SE ACORDAR ANTES DE MORRER - João Barreiros

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Feast 2 - Sloopy seconds







Sinopse
Na manhã seguinte ao terrível pesadelo, acompanhamos a trajetória dos sobreviventes. Há mais monstros e eles estão ainda mais famintos. As criaturas cercam uma pequena cidade vizinha, fazendo com que os moradores e os personagens do filme anterior tenham que se unir contra os ataques. Será que desta vez Honey Pie irá pagar pela sua fuga? Tuffy irá assumir o papel de heroína? Quem será aquela irmã gêmea da Mãe Harley? São muitas perguntas, e será necessário uma nova seqüência para responder a todas. Mas, por enquanto, vamos apenas nos sentar e nos aterrorizar…
Opinião
Muito pior do que o primeiro, aliás, não tem ponta por onde se pegue. Pretende explorar o humor negro de forma grotesca mas tudo o que consegue é expor gore a torto e a direito sem qualquer nexo.
O reflexo negativo do filme está em cenas absurdas entre as quais um monstro a acasalar com um gato!!!
Sinceramente não gostei nada do filme e achei que toda a originalidade do primeiro foi por àgua abaixo, podiam ter aproveitado para fazer algo bem melhor que não resulta-se nesta amalga de gore cheia de piadas fáceis.
Dizem que vem por ai um terceiro, não sei se terei paciência para o ver...

domingo, 12 de outubro de 2008

100 Feet







"Till Death Do Us Part Wasn't Enough"

SINOPSE
Marnie Watson é condenada a prisao domiciliária pela morte do seu marido em legítima defesa.
O marido de Marnie irá continuar a assombra-la na morte tal como o tinha feito em vida, o seu espírito está presente na casa e não lhe irá dar tréguas.

OPINIÃO
Este filme surpreendeu-me muito, pensei que fosse um filme banal que só fosse válido pela presença de Famke Janssen (X-Men), contudo tornou-se uma agradável surpresa que explora muito bem a envolvente do edifício centenário como palco da trama.
Tem uma cena a destacar, do fantasma a atacar uma personagem, pela violência implicita à mesma.Lamento este filme não ter tido qualquer destaque nacional, ao passo de outros títulos que não deviam sair da penumbra e acabam no circuíto mainstream.
É, sem dúvida, um filme que se vê num fôlego.

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Babylon A.D.







SINOPSE
Toorop (Vin Diesel) travou inúmeras batalhas e sobreviveu às muitas guerras que, logo após o início do século XXI, devastaram o mundo. Gosrky (Gérard Depardieu), um membro da máfia que reina sobre a Europa de Leste, confia a este mercenário uma delicada missão: acompanhar, numa viagem desde a Rússia até Nova Iorque, uma misteriosa rapariga chamada Aurora (Mélanie Thierry), juntamente com a sua tutora, Irmã Rebecca (Michelle Yeoh) e colocá-la nas mãos de uma poderosa ordem religiosa...

OPINIÂO
Produção americana e francesa realizada por Mathieu Kassovitz responsável por títulos como "Gothika" e "Les Rivières pourpres".
Apesar de amplamente criticado pela negativa, devo afirmar que gostei bastante do filme, especialmente da componente "Tecno", da fotografia e do "mau feitio" de Vin Diesel.
O filme resulta num entertenimento puro não querendo ser nenhum marco, aproveito para referir o fantástico "Blade Runner" que também foi crucificado aquando da sua estreia e acabou por se tornar um filme culto. Obviamente que este Babylon A.D. não se tornará nunhum culto nem esta perto de "Blade Runner" no que toca a qualidade, contudo é um filme de acção que se vê bem, sem grandes pretensões, mas que explora, quanto a mim, muito bem toda a envolvência tecnológica futurística.
O que não resultou de todo, na generalidade, foi o misticismo que tentaram incutir no filme, com uma explicação mais lógica o argumento tornar-se-ia muito mais fluído e o resultado final seria, sem dúvida, muito melhor.
Peguem nas pipocas e na "bejeca" e curtam o filme, juntem à receita uma tarde chuvosa de domingo e está criado o ambiente ideal para este tipo de filme.
Será que Hollywood está a ficar sem mão-de-obra?? passam a vida a "recrutar" realizadores europeus, nipónicos e da América do Sul... ainda bem.