sábado, 21 de fevereiro de 2009

Fear Itself







Mais uma série do Argumentista/realizador Mick Garris, responsável pela espectacular série de terror "Masters of Horror" que consiste numa colectanea de episódios de terror realizados pelos grandes mestres do terror, nesta série a receita é a mesma, Garris escreve os argumentos e entrega-os a grandes realizadores do cinema de terror.
O resultado desta receita só pode ser positivo e é-o realmente, salvo rara exepção os contos são muito bons e bastante estilizados, de certeza que um apreciador do cinema de terror não vai de deixar de gostar desta série.
Aconselho vivamente nem que seja só pelo facto de pudermos ver alguns dos nossos realizadores favoritos, que já não dão a cara à muito tempo, a fazerem o que fazem de melhor.
Dizem as más linguas que Garris não permite nenhuma alteração aos seus argumentos sugerida pelos realizadores, pelo que vi ainda bem.

A série é composta pelos seguintes episódios:
  • The Sacrifice (Breck Eisner)
  • Spooked (Brad Anderson)
  • Family Man (Ronny Yu)
  • In Sickness and in Health (John Landis)
  • Eater (Stuart Gordon)
  • New Year's Day (Darren Lynn Bousman)
  • Community (Mary Harron)
  • Skin and Bones (Larry Fessenden)
  • Something With Bite
  • Chance (John Dahl)
  • The Spirit Box
  • Echoes
  • The Circle (Eduardo Rodriguez)

3 comentários:

Poupée disse...

queria mais detalhe sobre a serie, não conheço e me chamou muito atençao...
=)

Anónimo disse...

QUERIA SABER MAIS SE JA TEM A 2 TEMPORADA E PQ NAO LANÇARÃO AINDA

Pacadifam disse...

Até ao momento só fizeram uma série constituida por 13 episódios, o último estreou a 31 de Janeiro de 2009.
Também estou à espera que saia a 2ª série, embora, para dizer a verdade, ainda não tive tempo para visionar toda a 1ª série e nada garante que façam a segunda.
Entretanto pode ver a exelente série "Masters of Horror" também do Mick Garris (pesquisa aqui no blog pois já publiquei uma opinião) Esta já tem 2 séries constituidas por episódios realizados pelos grandes mestres do Horror, do melhor que hà.
Bons filmes.