terça-feira, 10 de março de 2009

Twilight


SINOPSE
Bella Swan (Kristen Stewart) foi sempre um pouco diferente, nunca se preocupando em ser uma das miúdas com estilo da sua escola secundária em Phoenix. Quando a sua mãe volta a casar e Bella vai viver com o seu pai na chuvosa pequena cidade de Forks, Washington, ela não espera grandes mudanças. Então conhece o misterioso e fascinante Edward Cullen (Robert Pattinson), um rapaz diferente de todos os que já conhecera. Inteligente e divertido, ele vê a beleza interior de Bella. Rapidamente, Bella e Edward são levados por um apaixonado e decididamente pouco ortodoxo romance. Edward consegue correr mais rápido que um leão, consegue parar um carro em andamento com as suas próprias mãos - e não envelhece desde 1918. Como todos os vampiros, ele é imortal. Mas não tem presas e não bebe sangue humano; Edward e a sua família são únicos entre os vampiros na sua opção de vida. Para Edward, Bella é tudo aquilo por que ele esperou durante 90 anos - uma alma gémea. Mas quanto mas próximos eles ficam, mais Edward tem de lutar para resistir ao apelo animal do seu cheiro, que o poderia transportar para um delírio incontrolável. Mas o que irão Edward e Bella fazer quando James (Cam Gigandet), Laurent (Edi Gathegi) e Victoria (Rachelle Lefevre), os Cullens’, inimigos mortais dos vampiros, chegarem à cidade, à procura de Bella?
In"CinemaPTGate"
OPINIÃO
Finalmente assisti a este filme, é sem dúvida um "bonito" filme, cheio de estilo teenager condimentado com um romance cor-de-rosa ou talvez cor-de-sangue.
Compreendi a razão do filme ter sido amado pelo público mais jovem, contudo quanto a mim falta-lhe garra, talvez um toque de "Lost Boys" resolve-se a questão.
Esteticamente o filme é realmente engraçado, tanto pela fotografia como pela caracterização vampírica, podemos até considerar que tem o toque feminino da realizadora, mas está muito longe de ser um filme de terror, não tem nenhuma cena forte nem apela ao lado mais negro dos vampiros, é, como já referi, um filme limpinho que acaba por se tornar um romanceco que poderia ter sido explorado de outra forma em deterimento da caracterização "betinha" das personagens.
É importante ressalvar que se trata de uma adaptação de um livro (que não li) considerado como um romance de apelar ao saco lacrimal.
É exactamente o que esperava deste filme, não tive nenhuma surpresa, venha lá a sequela de preferência com muito mais sangue.




2 comentários:

Marcelina Gama disse...

Normalmente designo este tipo de filmes como filmes para domingo à tarde. Divertidos, leves, que dá para passar tempo.

Pacadifam disse...

É isso mesmo Marcelina, este tipo de filmes vai bem com umas torradinhas e um chazinho...