terça-feira, 28 de abril de 2009

THE UNINVITED



SINOPSE
Anna Rydell regressa a casa após uma estadia num hospital psiquiátrico onde esteve devido ao trama causado pela morte da sua mãe.
Após o seu regresso começa a ter visões fantasmagóricas, relacionadas com a causa da morte da sua mãe, as suspeitas recaem sobre a sua madastra, contudo, nem tudo é o que parece.

OPINIÃO
Um belíssimo filme de suspense com a assinatura da Dreamworks, uma óptima fotografia e belos cenários compõem a envolvente que é agitada com algumas cenas de "saltar do banco".
O argumento é bom (penso que se trata de mais um remake de um filme de terror Coreano ou algo do género... a confirmar) e consegue manter uma linha firme até ao fim, tendo uma conclusão inovadora, embora já comece a ser recorrente em alguns filmes recentes.
Quanto às actuações são consistentes e compostas por alguns nomes já conhecidos na praça cinematográfica, saliento a beleza exótica de Emily Browning.
Um filme a ver sem dúvida.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

PERKINS 14



SINOPSE
Numa pequena localidade desaparecem 14 crianças... anos mais tarde elas são encontradas pela polícia acidentalmente, devido ao cativeiro infernal e a um constante doseamento de drogas infligidos pelo seu raptor, tornam-se num grupo de homícidas com um único objectivo em mente: matar.
Anos mais tarde eles estão livres e procuram fazer o maior número de vítimas possível.

OPINIÃO
Para não variar aqui vai mais um filme do lote de 8 do "After Dark Horrorfest".
Este filme poderia ver o seu argumento bem explorado tornando-se num "bom" filme, contudo limita-se a arrastar as personagens pela escuridão de morte em morte.
As actuações são terríveis e condizem com a qualidade do filme na sua generalidade, os actores são de terceira fazendo lembrar alguns filmes série B, muito maus.
Quanto às mortes propriamente ditas, não temos nada de novo que nos faça fixar este filme, muito ensolso.
Como tenho vindo a frisar: com tanto filme bom para ver não vale a pena perder tempo com este.

domingo, 19 de abril de 2009

THE BROKEN




SINOPSE
Conta a história de Gina McVey, uma médica que após ver um clone seu circulando na rua, tenta desvendar o segredo por trás deste acontecimento. Porém as coisas tomam um rumo inesperado quando ela descobre que a sua família e amigos próximos podem estar envolvidos. O que a deixa sozinha, sem pode confiar em ninguém.

OPINIÃO
Mais um filme do lote de oito do "After Dark Horrorfest", desta vez a qualidade aumenta significativamente, o filme tem uma fotografia muito boa que consegue criar o ambiente ideal para o desenvolvimento da trama. Algumas pessoas poderão considerar o filme um pouco massudo dado o ritmo de desenvolvimento.
O argumento pode tornar-se algo confuso e não tão linear como pode parecer à primeira vista, o que é positivo, pois argumentos básicos que servem de base para expor gore já são demais.
O filme conta com Lena Headey que podemos ver actualmente na série Terminator: The Sarah Connor Chronicles a passar na RTP1.
Falando um pouco das actuações, são bastante consistentes e conseguem-nos transportar para o ambiente londrino perfeitamente.
É um filme a ver, sem dúvida, e a criticar...

quarta-feira, 15 de abril de 2009

AUTOPSY



SINOPSE
Um grupo de amigos sofre um acidente de viação e acaba num misterioso e bizarro hospital, onde alguém se prepara para lhes "tratar da saúde"...

OPINIÃO
Trata-se de um dos 8 títulos do 3.º "After Dark Horrorfest". Tenho acompanhado alguns títulos deste festival, desde a sua primeira edição, e já consegui ver bons, maus e muito maus filmes.
Este filme, tal como se prevê no título, recorre ao gore puro e duro sustentado num argumento básico e do mais pobre que pode haver, surge como resultado da moda do "filme tortura" que teve o seu ciclo iniciado em títulos como "Hostel" e "Saw" entre outros.
O realizador é responsável por vários argumentos de terror e pela realização deste filme, acho que deverá manter-se como argumentista (ou não se continuar com argumentos destes...).
É mau tendo em conta que não traz nada de novo a não ser mais umas formas de retalhar a espécie humana e uma cena absurda de órgãos suspensos.
Aproveita-se a caroca laroca da actriz principal.



domingo, 12 de abril de 2009

DEAD SNOW / DOD SNO



SINOPSE
O filme narra a odisseia de um grupo de amigos numa estação de esqui norueguesa que fica isolada pela neve. Eles encontram um velho que conta uma história de horror sobre a ocupação nazista na Segunda Guerra, ao encontrar um baú cheio de medalhas de oficiais alemãos eles, inadvertidamente, erguem um exército de zombis nazistas que querem as suas relíquias de volta.

OPINIÃO
Cada vez que surge um filme de terror feito deste lado do atlântico fico em "pulgas" até o ver, nos últimos anos temos assistido a exelentes títulos europeus.
Este junta zombies, nazis e neve, uma combinação condimentada com humor q.b. e envolta em gore. A receita resulta e leva-nos a soltar grandes sorrisos (ou gargalhadas) fazendo lembrar, em alguns momentos, os fabulosos "Evil Dead" e "BrainDead".
Apesar de não ser um excelente filme consegue divertir e atinge o objectivo proposto: parodiar alguns títulos horroríficos de renome, é também mais uma oportunidade para vermos os nossos velhos amigos Zombies a serem dilacerados das mais diversas formas.
Afinal da Noruega não vem só bom bacalhau...

sábado, 4 de abril de 2009

THE SPIRIT



SINOPSE
Denny Colt (Gabriel Macht) é um ex-investigador novato da polícia que, misteriosamente, regressa do mundo dos mortos. Sob o alter-ego de Spirit ele combate o crime, aproveitando-se das sombras de Central City. Um dos seus inimigos é o Octopus (Samuel L. Jackson), que deseja destruir a cidade em busca da imortalidade. Na sua batalha, Spirit lida ainda com diversas beldades, como a misteriosa secretária Silken Floss (Scarlett Johansson), a assassina Plaster de Paris (Paz Vega), a sedutora fantasma Lorelei Rox (Jaime King), a jovem investigadora Morgenstern (Stana Katic), a inteligente Ellen Dolan (Sarah Paulson) e ainda Sand Saref (Eva Mendes), uma ladra internacional de jóias que foi a grande paixão de Denny Colt.
[por Carlos] in "CinemPTGAte"
OPINIÃO
Uma grande banhada, se esperam algo na senda de "Sin City" esqueçam. Frank Miller pegou no conceito estilizado de Sin City e transformou-o numa paródia ridícula, confesso que ainda não li a BD própriamente dita, contudo, depois de ver o filme, não tenho qualquer vontade.
O Jornal "Público" atribuiu-lhe a nota mínima no escalão classificativo, não podia concordar mais com os críticos do público. Também o IMDB fez justiça neste caso: Sin City 8.4, The Spirit 5.1.
Nem o elenco de passerele salva o filme, é uma agonia que se prolonga até ao final, talvez o que tenha faltado aqui tenha sido Robert Rodriguez.
Estamos perante um dos maiores fiascos cinematográficos de sempre, venham mas é mais uns Sin City por favor para esquecer este Spirit que, de certeza, não entra no nosso "espírito" cinematográfico.