quarta-feira, 20 de maio de 2009

ESTÔMAGO



Quero chamar a atenção para este espectacular filme brasileiro que retrata a história de "Raimundo Nonato (João Miguel) acaba de chegar a São Paulo vindo do Nordeste. Ele não tem dinheiro algum, muito menos lugar para ficar. Quando consegue um trabalho informal num boteco, começa a mostrar sua verdadeira aptidão: a culinária. Sua coxinha logo faz sucesso e sua reputação faz com que consiga um trabalho num restaurante italiano. Ele se apaixona por Iria (Fabiula Nascimento), uma prostituta que adora comer. Paralelamente, também acompanhamos seu dia-a-dia na prisão, onde Nonato é preso por um crime não-explicado – pelo menos em grande parte do filme. Lá, seus dotes culinários fazem com que seu espaço cresça cada vez mais".
À já algum tempo que não visualizava nada de tão original e tão magnífico, o filme é suposto ser um drama, contudo ri-me até não poder mais, o argumento é simplesmente genial e o final do filme é 5 estrelas.
Vi este filme quase por acaso e quando acabei pensei como é que nunca me tinha cruzado com nenhuma informação desta obra!!!
O filme é pensado ao milimetro e nada acontece por acaso, tudo tem uma sequência lógica culminando com um final realmente fora de série.
Estamos perante mais uma prova de que o cinema brasilero está bem vivo e consegue-nos surpreender, ao contrário das pastelices portuguesas que resultam de fundos mal aplicados (lembro aqui o nosso icone Felipe Melo e o seu soberbo I'll See you in my dreams que só terminou à custa de muito suor e depois de um atribulado desvio de fundos que acabaram no bolso de um pseudo produtor escrupoloso...).
Pelos vistos os brasileiros sabem aplicar melhor os seus fundos culturais.
O filme já foi reconhecido através da atribuição de vários prémios, bem merecidos diga-se de passagem.
Sem dúvida um filme a não perder que sacia a nossa fome de bom cinema.

2 comentários:

movie scary disse...

great post, keep 'em coming.

movie scary disse...

This is one of the best posts ever.