quinta-feira, 30 de julho de 2009

Lesbian Vampire Killers



Antes demais peço desculpa pela falta de actualização do Blog, mas as férias falaram mais alto...
Para gozar o verão em pleno nada como um filme destes, a história começa com uma lenda de uma vampira lésbica, a ressureição da dita depende de alguns factores como o sangue de uma virgem, um grupo de adolescentes irá travar uma batalha sangrenta com as vampiras lésbicas e tentar evitar a vinda da rainha sugadora.
Estamos perante um característico filme de humor/terror britânico e desta vez com resultados espectaculares, enfim diverti-me à grande a ver este filme do qual destaco os movimentos desenfreados da acção salientados com toques acelerados que dão um sabor especial ao filme.
No seu todo o filme é muito cómico e as actuações são espectaculares fazendo-nos chorar de rir, especialmente a personagem Fletch.
A fotografia do filme também merece destaque pois é muito boa.
A boa disposição começa com o título e termina com a imagem final, recomendo vivamente a quer levantar o astral, muito melhor do que eu estava à espera, "British Humor" no seu melhor.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

RED SANDS



Afeganistão,um pelotão de soldados americanos é enviado para controlar uma estrada de importancia estratégica que passa ao lado de uma casa abandonada. No caminho, os soldados descobrem uma antiga estátua oculta nas profundezas de uma misteriosa ravina. Eles destroem a relíquia e, sem perceber, libertam uma força sobrenatural e vingativa que vai persegui-los até ao fim.

Nos primeiros minutos do filme julguei estar perante um bom filme, com qualidade e representações bastante boas, contudo, não obstante a qualidade dos actores, o filme começa a pastelar e transforma-se numa inactividade impressionante levando-nos a abrir a boca constantemente. Consegui resistir até ao final, com uns abanões de cabeça pelo meio, para ver o que iria dar, o que deu foi um final forçado com efeitos especiais de terceira, aproveita-se a imagem final.
Como o filme se desenrola sempre nos mesmos locais: casa / deserto, torna-se completamente estático não conseguindo dar a volta como outras grandes obras que se desenrolam em ambientes claustrofóbicos, vejam-se os exemplos de Assalto à 13ª Esquadra ou de The Mist dois filmes que nos prendem do princípio ao fim apesar de confinados a locais únicos.
Se não conseguir ver este filme não perde nada, é o que eu acho.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Legend of the Bog



Quando o corpo de um antigo assassino com 2000 anos é perturbado por uns trabalhadores numa área rural na Irlanda, um arqueologista, um caçador e os seus ajudantes, enfrentam a dura tarefa de o mandar de volta para o inferno.

Quando reparei que este filme era encabeçado por
Vinnie Jones não resisti a visualiza-lo, grande erro. O filme é muito fraco e não abona muito o cinema de terror Irlandês.
A trama não faz muito sentido, os efeitos especiais são muito maus e a tentativa de criar um filme comedy/horror também cai por terra, por mim não vale a pena apesar de ser sempre interessante uma incursão por filmes que não venham do outro lado do Atlântico, neste caso é um filme a ver com espírito crítico.

sábado, 4 de julho de 2009

Watchmen



O Filme é baseado na novela gráfica escrita por Alan Moore e ilustrada por Dave Gibbons publicada entre 1986 e 1987 pela editora DC Comics.
A Terra encontra-se na tensão máxima da Guerra Fria e próxima de um holocausto nuclear, Neste cenário, super-heróis são declarados foras da lei.
Os que permanecem em actividade são directamente controlados pelo governo dos Estados Unidos.
No entanto, o aparecimento de um inimigo invisível que planeia matá-los, leva os heróis aposentados a unirem-se num último esforço pela sobrevivência.
O filme reflecte bem o ambiente de Novela Gráfica, negro e com algumas cenas de contornos violentos e crus, é de facto uma exelente obra que merece um visionamento atento, principalmente para quem ainda não leu a novela gráfica, é absorvente do princípio ao fim, apesar da sua longa duração.
Os supper heróis não passam de gente comum com sentimentos comuns (ódio, vingança, compaixão, etc) á exepção do Dr. Manhatan que é dotado de "superpoderes" funcionando quase como entidade suprema que garante, entre outras coisas, a defesa dos EUA.
Gostei também dos efeitos especiais acentuados por cenas em câmara lenta à la Matrix.
Sem dúvida um filme a ver e a guardar para rever.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Acolytes




Três adolescentes descobrem acidentalmente um corpo de uma teenager enterrada. Após uma pesquisa decidem chantagear o assassino, mas será que chantagear um assassino é uma opção inteligente?
Dado o argumento poderiamos estar perante um filme apelativo que poderia optar por uma abordagem de terror psicológico completamente diferente, contudo o filme torna-se pasteloso e sonolento, não consguindo desenrolar o suspense como deveria, embarcamos assim numa morosa narrativa com uma conclusão estranha mas , nem por isso, inovadora.
De salientar o facto de estarmos perante um filme Australiano, apesar de não seguir a exelência de outros titulos oriundos destas paragens.
Com outra abordagem valeria a pena, com esta nem por isso.