segunda-feira, 9 de novembro de 2009

The Echo

O recém saído da prisão, em liberdade condicional, Bobby Reynolds (Jesse Bradford) tenta começar uma nova vida arranjando um emprego com Hector Rodriguez (Carlos Leon), o proprietário de uma oficina de reparação de automóveis, tentando reiniciar uma relação com a sua ex-namorada Alyssa (Amelia Warner), e mudando-se para o apartamento da sua mãe, desabitado desde a sua infeliz morte, quando ele ainda se encontrava na prisão. Depois de se instalar, é atormentado por estranhos acontecimentos no apartamento e encontros bizarros com os seus vizinhos; particularmente por Gina (Iza Calzado), pelo seu agressivo marido Walter (Kevin Durand), que é polícia, e pela sua filha Carly (Jamie Bloch). Quando começa a investigar, Bobby descobre que a sua mãe se tinha trancado no apartamento durante semanas antes de morrer e apercebe-se que a sua morte está ligada aos senhorios, que também o começam a perseguir. Enquanto luta para desvendar a verdade, terríveis segredos são revelados. Bobby tem de encontrar uma forma de lutar contra os ecos do passado, antes que o matem a ele e a todos os que ama.
In"CinemaPTGate"

Este é um filme com um argumento que já está mais do que batido, não vou aqui enumerar os filmes que recorrem à mesma historia pois teria um problema de espaço.
Não sei porque razão, no nosso país, esta película mereceu fazer parte do cicuito de distribuição!!! não sei porquê devido à qualidade, o filme é uma verdadeira chachada, no meu ponto de vista obviamente, sustos nem velos, desenrolar meloso que não consegue atingir picos que nos permitam despertar, actuações muito abaixo da média.
Como é costume, o filme tem uma qualidade: a fotografia.
Podiam ter escolhido outro filme de terror (agora é coisa que não falta) para integrar o circuito distributivo nacional.
A evitar.

Sem comentários: