quinta-feira, 22 de julho de 2010

Repo men

A história desenrola-se num cenário futurístico, onde a humanidade adquiriu a capacidade de viver por mais tempo graças a órgãos ultratecnológicos desenvolvidos por uma empresa chamada A União (The Union).
O grande senão é que os órgãos são excessivamente caros e, caso o usufruário não pague, a empresa envia os chamados "Repomen" para retomar a mercadoria… seja da forma que for. Remy, um Repomen, é um dos melhores da empresa, que, num certo dia sofre um ataque de coração e quando acorda fica a saber que no seu corpo bate um coração fabricado pela empresa onde trabalha.
Quando Remy não consegue pagar, a empresa envia o seu ex-parceiro para retomar o coração de volta.

Filme futurista que retoma um argumento já filmado, a acção está presente acompanhada por um bom tratamento dos cenários do futuro.
As cenas de recolha de órgãos obedecem aos melhores trâmites de filmes Slash, apesarem de serem abafadas pela acção e pela consciência de Remy (Jude Law), muiyo bem acompanhado pelo multifacetado Forest Whitaker.
Um filme fluído com um final surpreendente pela positiva ou pela negativa, depende da perspectiva de cada um, quanto à minha ainda não decidi completamente se gostei do final ou não.




3 comentários:

Anónimo disse...

www.mauricioopereira.blogspot.com

www.webecletica.blogspot.com

suspense horror disse...

Pretty sad movie if you think about it.

chair rentals disse...

I agree, great social commentary in this one if you read between the lines.