segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Paranormal Activity 2

A acção deste segundo episódio passa-se antes dos acontecimentos do 1º. Aqui tudo começa quando a família da irmã de Katie chega de uma viagem e vê que a casa foi invadida. Katie e Micah, que moram na sua própria casa, instalam câmaras de segurança pela casa em que moram Kristi (irmã de Katie), Daniel, (marido de Kristi), Ali e Hunter (sobrinhos), além da cadela Abby e da empregada mexicana Martínez, que é mandada embora por acreditar que a casa tem espíritos maus e bons. O dono da casa, Daniel, não acredita na presença sobrenatural ma a sua opinião vai mudar...

Não gostei do primeiro e a opinião mantem-se, isto não tem nada de novo, a receita e os ingredientes são exactamente os mesmos, até as personagens são da mesma família.
Este aborda uma questão sobrenatural que deita por terra, com as suas teorias da treta, o efeito interiozação/temor causado no primeiro a pessoas mais sensíveis ao tema.
O único take que se aproveita, e nos faz saltar da cadeira, consiste numa sequência rápida que recorre a uma sonoridade estrondosa como forma de assustar.
Já sabia que estava perante um filme que só foi criado para fazer render o peixe, isto é, os lucros que o primeiro originou, apesar de tudo vi o filme pois não gosto de comentar sobre o que não vi.
Outro factor negativo, que está muito em moda, é recorrer ao "baseado em factos verídicos" com uma contextualização final do que, supostamente, aconteceu às personagens reais... como dizem os Yankees: BULLSHIT.
Se tem tem uma veia poltergeistiana veja o filme, caso contrário não perca tempo.

10 comentários:

Vera Rafael disse...

Olá meu caro amigo.

Bem... vamos lá tratar deste assunto.
Disseram para eu ver o primeiro filme com o argumento de que metia medo e... blábláblá.
Vi... desilusão.
Acho que o argumento é insuficiente e tem muitos fails de história.
Aliás, quando fiquei a saber da existência do segundo até me ri, como é possível existir um segundo filme de outro que aparentemente é uma desgraça?
O facto de ser em REC torna tudo ainda pior.

O segundo filme, nem o vou ver... é mau demais haver o primeiro, e ainda pior existir um segundo cuja história é tipo o reflexo da outra ou vice-versa. No fundo e em bom português, uma real perda de tempo para quem tem brio nos próprios olhos.

beijo*

Rart og Grotesk disse...

Olá! Passando para avisar que indiquei um selo de qualidade ao seu blog!!
No seu post anterior, vi que escreveu sobre meu blog, então em retribuição, indiquei seu blog num post que teria que indicar 15 blogs que valem a pena conhecer.

Abraço!

http://artegrotesca.blogspot.com

Pacadifam disse...

Muito obrigado :)

Pacadifam disse...

Olá Vera,
Mais uma vez estamos em sintonia... a única mais valia do primeiro é o poder da autosugestão, ou seja, para pessoas que acreditam na temática podem interiorizar o filme e ficarem marcadas, mas com esta sequela até isso cai por terra.

roberto disse...

Olá, temos interesse no contato de vocês para promover uma ação do filme Doce Vingança (I Spit on Your Grave) entre blogs de terror. Favor enviar seus contatos para imprensa@parisfilmes.com.br!

Abs,
Remio Ximenes
Assessor de Imprensa - Paris Filmes

san francisco table rentals disse...

i really want to see this movie

best scary movies disse...

its in my netflix queue

Kelly Brook disse...

Sweet-faced British actress Kelly Brook began her career at the age of 16 after winning a modeling competition. Her curvaceous figure soon ushered her into the world of swimsuit and lingerie modeling, and she began appearing in music videos like Pulp’s “Help the Aged.”

street music disse...

The NEW Komplex Records is the partnership of longtime friends Roc and Dundada. They became partners as both feel a label which puts the content of its music above the sales numbers was needed in Hip Hop. Both have long roots in Hip Hop and the in's and out's of owning a label.

marketing solutions disse...

New Focus Media - a cut above the rest. Welcome to the develoment and design solution that your company needs.